O ClubeServiçosClientesPortfolioProjetosWebfolio - Relação dos websites desenvolvidos pelo Clube de Ideias



Você sabe o que um site pode fazer por sua empresa?

AddThis Social Bookmark Button

Técnico de ManutençãoHoje em dia é quase inconcebível uma empresa não estar conectada e usufruindo das benesses que a internet traz.

Cada vez mais, as empresas se despertam para as vantagens da contratação de um especialista em Marketing Digital. Não basta simplesmente ter um website e contas nas redes sociais, é preciso tirar o máximo de proveito do estabelecimento de uma comunicação direta e eficaz com o cliente através desses canais.

É consenso que o elemento mais básico deste processo é o website comercial e, por incrível que pareça, muitas empresas ainda não possuem o seu. E mesmo quando o possuem, a página não oferece tudo que deve.

As perguntas recorrentes são: vale a pena investir no desenvolvimento de um bom site? O custo-benefício é satisfatório?

São perguntas complicadas de responder. São muitas variáveis. 

Deixo aqui uma dica: pense em sua rotina diária, os lugares que você gosta de frequentar são, no mínimo, bem organizados, bem cuidados ou sujos e abandonados?

No meu caso, limpos e bem cuidados. Isso porque eu, frequentador desses lugares, escolhi assim.

Pois bem, transpondo para o meio virtual (web), essa lógica se encaixa perfeitamente.

Mas... o que é um bom site?

1. Um bom site é ergonômico.[1] Sua empresa deve considerar o perfil da sua base de clientes. Se seu público-alvo for constituído de pessoas idosas, seu site exigirá uma fonte maior. Se for voltado para jovens, deve ter total integração com as mídias sociais. E por aí vai.

Relaxado ergonomicamenteA ergonomia é a utilização de conhecimentos científicos relativos ao homem (psicologia, fisiologia, medicina) com o objetivo de melhorar o seu ambiente de trabalho. A ergonomia caracteriza-se geralmente de acordo com dois componentes:

  • A eficácia, que consiste em adotar soluções adequadas de utilização de um produto, para além do bom sentido do criador.
  • A utilização, relativa à adequação às capacidades do usuário. Tem duas vertentes:
    • conforto de utilização, consistindo em reduzir ao máximo o cansaço físico e nervoso.
    • segurança, consistindo em escolher soluções adequadas para proteger o utilizador.

Aplicada à web, a ergonomia de um websíte pode ser definida como a sua capacidade para responder eficazmente às expectativas dos usuários e fornecer-lhes um conforto e facilidade de navegação.

A principal dificuldade que a ergonomia tenta ultrapassar é a diversidade dos perfis de visitantes. Os critérios seguintes são geralmente determinantes para um website:

  • expectativas do usuário: nem todos os visitantes do site procuram necessariamente a mesma informação ou não têm necessariamente as mesmas exigências em termos de grafismo.
  • hábitos do usuário: correspondem a comportamentos adquiridos.
  • idade do usuário: caracteriza em geral a capacidade de adaptação do usuário e a sua rapidez de navegação.
  • nível de conhecimento: nem todos os visitantes do site serão ases da informática. A ergonomia do site deve ser pensada para o usuário menos experiente.
  • equipamentos/plataformas: trata-se de uma das dificuldades essenciais. Com efeito, a apresentação do site poderá variar de um equipamento para outro ou de uma plataforma para outras, em especial, de acordo com o navegador e a resolução do ecrã (tela).

2. Um bom site é interessante. Além da ergonomia, um website deve possuir conteúdo relevante e atraente para o público-alvo que se deseja conquistar. E isso implica em um texto bem escrito, com ortografia e gramática impecáveis.
Geralmente, textos não muito longos atraem mais usuários. Mas se não for possível ser sucinto, uma regra interessante é quebrar o longo texto com imagens, vídeos, gráficos, sub-títulos, de forma a prender a atenção do visitante. 
DICA PARA OS DESENVOLVEDORES: quanto mais "clean" for o website, mais fácil e rápida será a navegação e, portanto, mais atraente. Prefira imagens leves e componentes que contenham scripts simples. 

3. Um bom site é funcional. Além de bonito e atraente e de fácil navegação, seu website também deve ser funcional. E o que isso significa?
A funcionalidade de um site são as medidas adotadas para que não haja, por exemplo, links quebrados, isto é, links que não levam à página esperada, ou pior, resultam em um erro 404. O conteúdo deve ser interessante e relevante para o público-alvo da sua empresa. Faça de tudo para tornar seu site o mais prático possível.

Especialista em otimização de sites4. Um bom site é otimizado. Otimização é hoje em dia uma palavra muito usada, mas você sabe o que é isso?
A otimização de um site é a aplicação de um conjunto de técnicas que contribuem para que o mesmo seja facilmente encontrado pelos sites de busca. O que adianta gastar dinheiro com o desenvolvimento de um website se ele não é visitado pelo seu público-alvo?
Cerca de 60 a 90% dos usuários que chegam em um página de web vêm a partir de uma pesquisa em um site de busca (p.ex.: Google). Otimizar um website é favorecer para que sua página seja encontrada e visitada. 

5. Um bom site compreende seus usuários. O site da sua empresa deve compreender a base de clientes e como eles compram. Por exemplo, alguém que gosta de serviços personalizados pode preferir a oportunidade de um contato pessoal do que obter toda a informação pelo site. Portanto, não exagere, mas também não deixe faltar. Encontre o ponto de equilíbrio e sua empresa terá sucesso.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Receba nossos e-mails

* obrigatório